Voltado para jovens a partir 16 anos, o curso Jovens Comunicadorxs Periféricxs tem o propósito de compartilhar técnicas, práticas e conhecimento crítico sobre o fazer jornalístico nas periferias. As inscrições podem ser realizadas até o dia 20 de março.

Elaborado pela equipe de Gestão Pedagógica da Uneafro Brasil, em parceria com o coletivo de comunicação Desenrola e Não Me Enrola, o curso Jovens Comunicadorxs Periféricxs abre inscrições para preenchimento de 10 vagas destinadas a jovens com idade a partir de 16 anos, que estejam cursando o ensino médio ou que já tenham concluído.
Com início no dia 2 de abril, as aulas serão realizadas na sede do Núcleo Pantanal da Uneafro, localizado no Espaço Alana, em São Miguel Paulista. Os encontros serão semanais e acontecerão nas quintas-feiras, das 14h às 18h. Ser morador do extremo leste de São Paulo é um dos requisitos para participar do curso, que atenderá jovens que residem nos distritos de São Miguel Paulista, Jardim Helena, Vila Curuçá, Jardim Jacuí e Itaim Paulista.

Território, comunicação e juventude

Ao longo de quatro meses, os participantes terão a oportunidades de entrar em contato com técnicas, práticas e vivências do jornalismo produzido por comunicadores nos territórios periféricos de São Paulo.
Além de desenvolver habilidades técnicas e práticas, o curso Jovens Comunicadorxs Periféricxs visa criar um espaço de diálogo entre os jovens, que os estimule a elaborar uma compreensão e um olhar crítico para produção jornalística da mídia tradicional no Brasil e a forma como a periferia é retratada nesses veículos de comunicação.

O curso será divido em oito módulos, que abordarão os seguintes conteúdos:

  •  Mapeamento da Informação e da desinformação nos territórios;
  •  Análise de discurso a não reprodução de estereótipos e Fake News;
  •  O que é notícia nas periferias?
  •  Técnicas e práticas de redação jornalística;
  •  Técnicas de entrevistas e Escuta Ativa;
  •  Vivências de fotografia;
  •  Técnicas de filmagem e captação de áudio;
  •  Técnicas de edição de vídeo;
  •  Mão na massa: A escuta ativa para qualificar as produções jornalísticas nas periferias.

Um dos principais objetivos da Uneafro com a realização do curso é fortalecer o desenvolvimento de um núcleo de produção de mídia que esteja conectado com as pautas e lutas históricas do movimento negro brasileiro, que engloba o direito à vida para moradores das periferias e favelas, bem como dos povos tradicionais.

Clique aqui para acessar o formulário e realizar sua inscrição.

 

Mais Informações

 

Jovens Comunicadorxs Periféricxs
Contato: Elaine Mineiro
E-mail: [email protected]
Telefone: 11 994815-7121