O advogado Marco Antonio André, militante do movimento negro e praticante de religiões de matrizes africanas sofreu ameaças por cartazes colados na porta de sua casa e em postes na sua rua. As ameaças são dirigidas a ele, dado que não foram encontrados cartazes semelhantes em nenhuma outra região da cidade de Blumenau (SC) onde ele vive.
Veja abaixo a postagem que ele fez em sua página no facebook.
Hoje pela manhã os postes da minha rua e a porta da minha casa amanheceram com este aviso.
Todos que me conhecem, sabem o quanto luto para que diferenças sejam respeitadas. Ser do Candomblé, além de ser um ato de fé, é cultuar meus ancestrais Africanos. Quando me coloco a favor dos menos favorecidos e luto pelos direitos e igualdade de TODOS, não quero excluir, quero agregar. Se minha luta contra o fascismo é incômoda para alguns, o problema não está em mim.

Continuarei na minha luta, por uma sociedade justa e igualitária. Continuarei firme na batalha junto ao NEAB, pois é através da EDUCAÇÃO que mudaremos muita coisa. Farei, agora mais do que nunca, parte da Comissão da Verdade sobre a Escravidão Negra no Brasil da OAB, pois inclusive em Blumenau, há muitas histórias que não foram contadas.

Obrigado a todos pelas mensagens de apoio, isso só mostra que o autor da faceta é minoria.
#oab #antifascismo #candomblé #umbanda #Blumenau #negro

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *